• en
  • fr
  • de
  • it
  • es
  • zh-hans
  • zh-hant
  • ru
  • pt-br
  • sv

“A medicina convencional foi comprovada – a homeopatia não”

Essa é uma crença comum, mas de fato a situação não é nem de longe tão clara. Quer estejamos discutindo medicina convencional ou homeopática, a ciência ainda é uma área mais nebulosa do que gostaríamos que fosse. Um artigo na prestigiada British Medical Journal (BMJ)1 analisando as evidências científicas embasando os tratamentos do NHS constatou que 46% dos tratamentos comumente usados do NHS têm eficácia desconhecida, e apenas 13% são reconhecidamente benéficos:

 

O volume de pesquisas desenvolvido em medicina convencional é vasto em comparação com o campo relativamente novo da homeopatia, mas quando observamos o equilíbrio de evidências entre ambas – porcentagem de testes positivos, negativos ou inconclusivos – são extraordinariamente similares.

As pesquisas devem continuar em todos os campos para ajudar autoridades públicas, pacientes e médicos a tomar as melhores decisões possíveis, mas no momento muitas decisões não podem se basear em evidências científicas, pois não há dados suficientes.

Embora haja a percepção de que a tomada de decisões na medicina se baseia em evidências, “os números sugerem que… a maioria das decisões sobre tratamentos ainda fica a critério individual dos médicos e pacientes”1.

ReferênciasMenos

  1. Garrow J S. What to do about CAM? How much of orthodox medicine is evidence based? BMJ, 2007; 335: 951 | PubMed

Voltar às FAQs sobre homeopatia

 

shutterstock_110154518